jump to navigation

Uma heresia 15 maio, 2009

Posted by Alysson Amorim in Blogar, Uncategorized.
trackback

Merece repúdio. Em lugar nenhum do planeta se fecha uma Gruta tão arbitrariamente. Nem Aécio, o rei de Minas, que esfola os próprios eleitores sem jamais perdê-los, sairia ileso se fechasse Maquiné ou Lapinha. Uma Gruta é uma coisa tão sagrada quanto as maltrapilhas lágrimas que acolhe. Fechá-la é heresia.

Anúncios

Comentários»

1. Lou - 16 maio, 2009

Alysson

Antes de mais nada, agradeço sua manifestação carinhosa. Eu não criei a Gruta, apenas a transformei em um blog. Estou feliz por ter contribuido para a afirmação de Gruta como local dos refugiados vítimas dos inimigos de Deus. Agora ela deve caminhar por si só. Creio que o blog Gruta se esgotou e mais, o modelo blog está em declínio. Em um mundo Fast Food, geringonças como Twitter e Redes Sociais são muito mais bem vindas, embora passem e se dispercem como o vento. Como tenho coceira nas mãos e na mente, é bem provável eu encontrar algum jeito de destilar meu veneno internet afora. Pretendo pensar isso com calma. Algumas encrencas pessoais precisam atenção de minha parte, no momento, também e o blog acrescido de seus desdobramentos acaba sendo um peso a mais.
Beijo na careca
Lou

Alysson Amorim - 16 maio, 2009

Desejo-te força para enfrentar suas “encrencas pessoais”; e não posso deixar de me confortar no fato constatado por você, quando da morte do meu primeiro blogue, de que essas decisões raramente são definitivas.

E amém.

2. rubens osorio - 16 maio, 2009

Não é a Gruta do Lou. É a Gruta. O Lou é apenas seu “manager”.
A Gruta não acaba, é peripatética e apenas muda de endereço. Uma hora aqui no Alysson, outra no Tuco, depois no Roger, nos outros tantos grutenses neste mundão de Deus.
Sigo grutense…

Alysson Amorim - 16 maio, 2009

“Grutense”, Rubens, é algo que não deixaremos de ser. Esse adjetivo, se não foi criado pelo Lou – tomou real significado para minha vida a partir do seu uso pelo Lou.

Continuaremos grutenses, ainda que chorando nossa derrota no sereno.

3. Raquel - 16 maio, 2009

Me desculpe,Rubinho,com todo o respeito e consideração que os outros blogs merecem…mas cada um é cada um,mesmo falando
a mesma linguagem… a nossa casa,onde nos sentimos acolhidos,confortados,nunca será em outro lugar…no momento eu me sinto orfã,tentando entender e aceitar,pois é o que nos resta.

4. Luiz Henrique (Lou) Mello - 16 maio, 2009

É mesmo, também estou sentindo a maior falta, mas me sinto um grutense, igualmente. Aqui, lá no Rubinho, com Tuco (aquele traidor) e acho que a Raquel vai ler muito ainda lá na Gruta. Aquilo não tem fim. Para não perder a mania de escrever bobagens, estarei escrevendo no Blog do Lou.coM, um projeto meio abandonado pelo caminho que estou retomando. Ficarei feliz em vê-lo por lá. Mas, por favor, deixem as assombrações da Gruta, na Gruta. Obrigado. Ah! Estou emocionado até a tampa com todos vocês. Beijos nas carecas, perucas, sei lá.

5. Rondinelly - 16 maio, 2009

Olha, pra mim a coisa é ainda mais estranha por conta da euforia com que fui apresentado a lugares como este aqui e a Bacia; e a Gruta foi a minha última e epifânica descoberta… Me enfiei atrevidamente na Gruta, onde comunguei de uma esquisita eucaristia virtual, com improváveis amigos desconhecidos, celebrada por um cara insolentemente inteligente, que me ensinou com bom humor e sagacidade (eita) a melhorar meu estilo “gente” de ser… Tudo virtual, mas que me chega aqui nas carnes, onde sinto tudo, com arrepios, lágrimas, gargalhadas, iras… E a gravidade do fato pra mim aumenta pelo fato de eu não ter gente próxima com quem possa sequer puxar um assunto ou escutar algo das espécies do que lia ou dizia na Gruta. Ou seja, com relação a essas doideiras que me chegam como “pensamentos”, o fim do blogue me acendeu o temor de ficar no deserto. No fim das contas é medo de responsabilidade, mesmo…

Já assistiram ao “Tomates Verdes e Fritos”? Pois pronto, eu, lendo “O último ato” foi como a velha Ninny chegando feliz em sua casa que… não havia mais!

LH, te desejo força e coragem na dose necessária pra enfrentar esses dragões aí. E depois da luta que haja um descanso e um conforto. E então, espero podermos nos reencontrar – os grutenses – pra celebrar a Gruta que havia e que nos consolava… Que tudo se ajeite na tua vida, menos o Corinthians (que eu quero mesmo é que venha à falência)

Rubens, tô com a Raquel (Mas tô contigo,também.)
Raquel, você que não tem blogue, não some…
Demente Lúcido, usei teu espaço aqui pra desabafar, não foi? Entenda, aqui também é a Gruta…

6. Roger - 17 maio, 2009

Como sempre saio nao prejuízo.
Logo agora que as açoes da Gruta começaram a se recuperar da crise financeira.
É hora de pararmos e repensarmos a Blogsfera…
Imaginem se isso vira moda e me descubro novamente sozinho aqui em terras estrangeiras sem uma Gruta para me abrigar?
Lou, te desejo muita boa sorte! Que Ele deixe o Raniel de lado e assuma pessoalmente essa missao, desça aí (ainda que saibamos que nunca esteve ausente) de forma especial para dar aquela forcinha do jeitinho dEle que só Ele sabe dar.
Um beijao para ti também.
Roger

7. hernan - 17 maio, 2009

Ainda não entendi. Taí mais uma coisa que não entendo. dentre todas as inúmeras outras.

8. Paulo Brabo - 17 maio, 2009

Tá aí mais uma prova de que a via do “cada um faz o que quer” é tremendamente arriscada, louca e espinhosa. A decisão de um acaba intervindo no avanço de outro. A única forma de evitar transtornos dessa natureza seria um universo sensato em que todos fariam o que eu quero.

Assim que souber o que quero começo a angariar voluntários.

Luiz Henrique, vá e não vá mais.

9. Lou Mello - 17 maio, 2009

Olha só pro cê vê, aproveitando o espaço desse bom mineiro, não imaginei, honestamente, tocar um blog com qualquer repercussão, quanto mais um com alguma repercussão. Aconteceu e com isso vieram os problemas típicos, pessoas querendo ficar em frente à câmera, escrever mais do que o autor, paquerar a mulher dele ou ele. Enfim, essas chatices. Se querem o blog, então levem. Prefiro mil vezes estar feliz. Quando fizeram algo parecido com o Brabo, pensei seriamente em parar, até ensaiei e depois desisti. Mas de lá para cá, cada vez mais, me sinto incomodado e tenho toda a culpa. Deveria ser mais assertivo ou algo assim. As outras desculpas são verdadeiras, mas a razão principal é o próprio blog. Ganhei amigos incríveis, como vocês todos aqui, mas uns poucos me fizeram deixar algo que passei a amar muito e estou sofrendo pra caramba. Se essa gente continuar me seguindo, abandonarei de vez esse trem. Agradeço a importância que estão dando ao meu trabalho, nunca havia tido reconhecimento assim. Se me permitem, vou guardá-los em meu coração. Beijo em vossas lindas carecas.

10. tuco - 18 maio, 2009

Acabo de saber da notícia. E ainda me descubro traidor. Hummm. Sem palavras. Lou, beijo na sua careca tb. Afinal de contas, traidores dão beijos.
😛

11. Luiz Henrique (Lou) Mello - 18 maio, 2009

Tuco

Foi por causa do fresco da Gruta, lá no blog do Thiago Mendanha (Tomei a pilula vermelha). Sou mesmo meio fresco, no sentido de exótico, claro. Mas não precisava espalhar. 🙂
Grande abraço!

12. rubens osorio - 20 maio, 2009

Nooossa!!! A Gruta é milagrosa mesmo!!! Como tem meandros e é pouco iluminada, a gente não enxerga todo mundo que tá nela…
E não é que o Hernan tá lá!!?!!?!! Putz, fazia um tempão mesmo que eu não lia nada escrito por ele e, de repente, taqui ele fazendo um comentário legal!!!
Que beleza!!!
E o Rondinelly, então?!?!?! Como é bom ler esse cara!!!!
Sabe, vez em quando penso até num blog sem postagens, só comentários de todos vcs sobre seja lá o que for. É sempre tão bom, instrutivo, profundo, cômico, generoso, crítico, genial… dá vontade de ler sem parar…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: