jump to navigation

Retorno em amarelo fosco 4 julho, 2008

Posted by Alysson Amorim in Uncategorized.
Tags:
trackback

O amarelo fosco acompanha-me há muito. Na infância, faltando a pelada no asfalto ou o pique-esconde, restava-me o consolo e a companhia de um ser incorpóreo cuja morada era um cano velho que colhia a água da chuva. Nas entranhas do cano, o amarelo fosco.

Se o amarelo que envolve homens e mulheres representados em certas pinturas sacras é vivo, indicando a santidade inquestionável daquelas figuras, o amarelo fosco denuncia minha espiritualidade desbotada, o destino invariavelmente frustrado de minhas expedições nas trilhas daquele a que chamo Mestre.

Minha relação com o conhecimento é também marcada por esse aspecto embaciado e mal resolvido. Foi me dado conhecer apenas precariamente, como alguém que vasculha noturna biblioteca iluminado apenas por uma lua mortiça.

Caríssimo leitor, sou tentando a evitar tempestivamente e não sem um sorriso cruel a originalidade do gracejo que anda incomodando a ponta de sua língua: amarelo tosco. Foscas ou toscas, fato é que idéias que aqui gravarei só poderão ser gravadas com a tinta de que disponho: impermanente e débil.

Resta-me lamentar e suspirar uma dezena de foscos perdões.

Anúncios

Comentários»

1. Sérgio Pavarini - 4 julho, 2008

Putz, que honra a primazia de estrear seu novo espaço, brother!

Sua sensibilidade singular é uma das riquezas da blogosfera. Welcome back!

Big abraço

2. Felipe Fanuel - 5 julho, 2008

Cara,

Passaram-se alguns minutos da 0 hora. Mas considero este momento um ponto zero nas minhas leituras dos seus textos. Já dá para sentir o seu novo horizonte aqui. A prioridade pela estética da cor é uma opção de abrir as portas do fundo da nova casa. Para entrar, é preciso chegar com pouca euforia, mais atento aos sentimentos do que aos calorosos debates ideológicos de outrora.

Vejo-me aqui. E desejo vida eterna para todas as suas idéias de ontem, de hoje e de sempre.

Te cuida.

3. Roger - 5 julho, 2008

Não menor honra tenho eu e todos que aqui aterrizarem!!

Alysson, que alegria imensa ver e ler você de novo. É mesmo muito prazeroso. Vc fez falta.

Ontem, ao te ver online já ia perguntar se a cocera nos dedos tinha acabado… evidentemente ela aumentou e já foi devidamente aliviada.

Beijão!
PS: agora sim tem-se um bom motivo para se comemorar o 4 de julho rsrs

4. Felipe Fanuel - 5 julho, 2008

Caraca!

Meu comentário de ontem sumiu!!!

5. Felipe Fanuel - 5 julho, 2008

Agora apareceu!

rsrsrs

6. rubens osorio - 5 julho, 2008

Valeu!!!
Welcome back!!!
Escrevinha mais!!!

7. Janete - 5 julho, 2008

Que interessante! Quando te li dizendo: “Foi me dado conhecer apenas precariamente, como alguém que vasculha noturna biblioteca iluminado apenas por uma lua mortiça.”
Lembrei de outra frase que li hoje:
“Nas sombras se vislumbra a verdade, mesmo que não se possa conhecê-la em sua plenitude”.
Você tá no caminho certo, querido! 🙂

Fiquei muito alegre quando resolvi reler seu blog e deparei com o endereço da sua nova casa. Sei que muita coisa boa, vem por aí!

beijos

8. Mayalu Felix - 6 julho, 2008

Oi, Alysson, parabéns pelo novo blog, torço pelo sucesso em mais ess a empresa! Bjos,

Maya

: )

9. Volney Faustini - 9 julho, 2008

Notícia qual raio pungente
Penalizou frágeis almas
Será por um momento? Será por um instante?
A ausência badalava toda manhã

O retorno – tardio ou oportuno,
A pena que recorre ao sentimento
Leitores ávidos por verbo, vida e toque
Aqui se encontram no trigueiro de sua sombra

10. Martha - 28 julho, 2008

Vim bater aqui, meio por acaso. Amarelo fosco lembra uma resenha que escrevi há muito tempo atrás: http://cloeh.multiply.com/reviews/item/1
Acho até que desaprendi a escrever…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: